Dieta para o Fígado

Dieta para o Fígado

O fígado é a maior glândula do corpo humano e a nossa alimentação tem um grande impacto sobre o fígado e sua atividade, isso ocorre porque quase todas as veias do trato digestivo desde o estômago até a parte inicial do reto (última parte do intestino), então todas as substâncias absorvidas no trato digestivo devem passar pelo fígado antes de irem para o restante do corpo.

Uma dieta especialmente desenvolvida para o fígado é útil para manter o fígado saudável, porém pode ser bastante útil no caso do fígado estar “doente” e em muitas situações médicas que envolvem o fígado a dieta pode ser um dos principais fatores de sucesso do tratamento, como no caso de haver gordura no fígado ou fígado gorduroso (situação que decorre geralmente de um quadro de obesidade e pode levar ao aumento dos níveis sanguíneos de Gama-GT, também conhecida por GGT ou gama glutamil transferase).

Dieta para o Fígado

A dieta para o fígado serve perfeitamente para qualquer problema do fígado e pode ser usada no caso de gordura no fígado:

Gorduras, óleos, azeites, frituras, molhos, margarina, manteiga e todo e qualquer tipo de alimentos gordurosos devem ser retirados da alimentação, estes alimentos estão “proibidos”. A maneira mais fácil de cumprir essa parte da dieta é evitar alimentos com gordura visível e evitar alimentos onde há acréscimo de gordura;

Bebidas alcoólicas ou alimentos muito industrializados e ricos em corantes ou substâncias artificiais não devem ser ingeridos; quanto mais simples a forma de preparar os alimentos melhor; evitar condimentos e temperos fortes; preferir alimentos cozidos de forma simples o que facilita a digestão;

Alimentos ricos em fibras alimentares devem ser utilizados em grande quantidade; preferir os alimentos integrais aos comuns; frutas, verduras e vegetais cozidos ou feitos no vapor e todos os tipos de alimentos integrais devem ser o principal da dieta;

As proteínas (carnes) devem ser comidas em quantidade moderada e preferencialmente assadas ou cozidas, sem molhos e jamais fritas; prefira peixes e carnes sem gordura visível;

As orientações quanto a alimentação aqui contidas são meramente informativas e tem como objetivo apenas orientações gerais, o ideal é que cada pessoa tenha uma dieta especial desenvolvida após uma avaliação de um nutricionista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *