Imunoglobulinas IgM, IgG, IgA, IgE e IgD

As imunoglobulinas são como o próprio nome diz “globulinas com função imunológicas”. São proteínas especiais e altamente especializadas com função de defesa do organismo, são os nossos anticorpos.

De uma maneira simplificada os anticorpos são produzidos quando o corpo entra em contato com algo estranho o que é chamado em medicina de antígeno (vírus, bactéria e sustâncias químicas), após produzindo o anticorpo fica circulando no sangue e em muitas células e secreções (saliva, leite) e quando entra em contato com o antígeno se liga a ele, quando isso acontece o anticorpo pode destruir o patógeno (microrganismo causador de doença) e uma série de reações no organismo humano ocorrem desencadeando a defesa celular.

IgM ou Imunoglubulina M

Este é o principal anticorpo de reação aguda, é o primeiro que surge e predomina no início da reação imunológica contra um determinado patógeno (microrganismo causador de doença). A IgM confere uma imunidade de resposta rápida, porém não muito efetiva e com uma duração pequena (dias, semanas ou meses);

IgG ou Imunoglobulina G

IgG é nosso principal anticorpo (cerca de 85% do total de imunoglobulinas no nosso corpo são IgG), Aparece já num estágio posterior ao da IgM e confere uma imunidade mais efetiva e duradoura (meses e anos – toda a vida para algumas doenças); Tanto o IgG e o IgM são específicos para determinadas doenças, ou seja você precisa criar um anticorpo para cada doença. As IgM e IgG que combatem a toxoplasmose não tem eficácia contra a rubéola, o organismo precisa produzir imunoglobulinas específicas para a toxoplasmose e para a rubéola assim como para outras doenças.

IgA ou Imunoglobulina A

IgA é o principal anticorpo presente em nossas mucosas e secreções (boca, nariz, garganta, pulmões, trato urinário e genital), confere uma imunidade mais dirigida às bactérias. Funciona como uma espécie de barreira “um escudo” nos locais em que está presente, protegendo nosso organismo das infecções.

IgE ou Imunoglobulina E

A imunoglobulina E está intimamente ligada aos processos alérgicos, é predominantemente um anticorpo das alergias, é responsável pelo disparo da cadeia imunológica das alergias e está geralmente aumentado nos paciente que sofrem com alergias.

IgD ou Imuglobulina D

A IgD é uma imunoglobulina encontrada na superfície dos linfócitos (um tipo de célula de defesa), provavelmente responsável por ser um receptor de antígenos (funciona como um receptor de informações paras que o linfócitos possa trabalhar.

Quando se faz exame de imunoglobulina na verdade não se verifica a presença da doença ou do microrganismo e sim a resposta imune do corpo humano mediada por anticorpos, o que de certa forma (indiretamente) leva ao médico a uma conclusão diagnóstica e por meio dos anticorpos, também saber em que estágio da infecção o paciente está (IgM positivo é igual a infecção recente e IgG positivo é igual a uma infecção antiga).

Dentre as doenças que podem ser diagnosticadas por meio dos anticorpos as mais comuns são: Alergias, Citomegalovírus, Hepatites, Herpes, HIV, Rubéola, Toxoplasmose, entre muitas outras.

One thought on “Imunoglobulinas IgM, IgG, IgA, IgE e IgD

  1. Luis Carlos Gall

    Achei maravilhosa a exposição da matéria.
    De posse do resultado do meu exame, eu me vi com um hieróglifo nas mãos.
    Depois de ler a matéria acima, não só entendi os resultados, como refresquei a cuca.
    Parabéns pela explanação

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *