Receba Gratuitamente Nossas Novidades!

Não enviaremos spans e guardaremos seu nome e e-mail em sigilo.

Pangastrite Erosiva

Posted by in Doenças e Sintomas, Exames para Diagnóstico | 3 comments

Fiz uma endoscopia porque fui ao médico e ele me pediu para fazer, no resultado apareceu que estou com pangastrite endoscópica enantematosa erosiva e teste de urease positivo. O que significa a pangastrite erosiva? Ando sentindo muita dor de estômago, tenho náuseas, é muito difícil vomitar, mas o enjoo é bastante, as vezes tenho azia e quando consigo comer fico estufado, ando comendo pouco por causa do enjoo e já emagreci um pouco.

A pangastrite se caracteriza por lesões semelhantes a qualquer gastrite, porém com envolvimento de todo o estômago, as lesões incluem as observadas em uma inflamação da mucosa (áreas avermelhadas, edema discreto, eventualmente pequenos sangramentos abaixo da mucosa, a microcirculação fica mais evidenciada e podem ocorrer áreas de erosão – pequenas feridas, que não chegam a formar úlceras).

Na pangastrite erosiva as lesões tipos erosões são predominantes; a erosão é a descontinuidade da mucosa, para exemplificar é como se a pele que cobre a parte interna do estômago fosse retirada ou arrancada (no caso do estômago: dissolvida pelo próprio ácido estomacal). Encontrada principalmente em casos mais severos e/ou crônicos.

Sintomas da Pangastrite Erosiva

Os sintomas são muito semelhantes a qualquer gastrite (dor no estômago, azia, queimação, enjoo, vômitos, sensação de estufamento), porém tendem a ser mais intensos e com uma história de duração de várias semanas ou meses.

Causas da Pangastrite Erosiva

Uso de medicamentos como os anti-inflamatórios não hormonais e infecção estomacal pela bactéria Helicobacter pylori são as principais causas da pangastrite erosiva.

Tratamento da Pangastrite Erosiva

O tratamento da pangastrite erosiva é semelhante ao realizado para qualquer gastrite e inclui mudanças de hábitos, cuidados com a alimentação, rever os medicamentos em uso – substituir ou parar de tomar quando possível, remédios para reduzir a acidez estomacal, medicamentos sintomáticos conforma a necessidade, antibióticos específicos no caso de infecção pelo Helicobacter pylori (teste de urease positivo), porém geralmente o tratamento é prolongado, e deve ser feito o acompanhamento com endoscopia de controle em tempos regulares determinado pelo médico.

Recado do Dr. Charles Schwambach:

Nosso principal objetivo sempre foi oferecer para você informações de qualidade e para tornar sua busca mais fácil e para poder tirar suas dúvidas de maneira ainda mais satisfatória vou dividir os assuntos discutidos aqui no site em 2 grandes temas criando, desta forma, 2 novos sites:

Ciclo Menstrual (ciclomenstrual.blog.br)

Responde (responde.med.br)

No Ciclo Menstrual vamos tratar de assuntos relacionados aos anticoncepcionais, pílula do dia seguinte, menstruação, corrimento, gravidez e outros assuntos ligados ao universo feminino e saúde da mulher. No Responde vamos tirar dúvidas sobre saúde em geral, sintomas, doenças e tratamentos. Os dois sites entrarão no ar nos próximos dias e você poderá colaborar com ideias para conteúdo dos sites.

Abaixo você encontrará um local seguro para inserir seu melhor e-mail para receber gratuitamente nossas atualizações, novidades e informações essenciais! Não vamos enviar spans para você, seu nome e seu e-mail serão mantidos em sigilo absoluto! Obrigado e continue navegando no nosso site!


3 Comments

  1. Gostaria de saber se existe cura para a pangastrite erosiva e qual é a duração média do tratamento. No caso de teste de urease positivo, vale fazer o tratamento da bactéria ou este tratamento é aconselhável somente para úlceras?

    Resposta:
    Tem cura! O tratamento dura desde semanas até vários anos, as vezes a vida toda! Se há sintomas a bactéria deve ser tratada!

  2. Bom pessoal é bom termos esse canal para troca de informações, pois também sofro com esse mal do estomago e já estou a 4 meses tentando fazer a dieta passada pela minha médica e nada de melhora, pois tenho todos os sintomas possíveis: enjoos dor estomacal, azia intensa e muito mais… no meu caso o resultado da endoscopia foi esofagite erosiva distal grau 1 de sawary miller (de LosAngeles) e se não bastasse isso também pangastrite erosiva discreta. Queria saber de alguém que tenha passado por essa fase difícil e duradoura que conseguiu melhoras, pois entre em contato se puder e me de algumas dicas, pois eu particularmente acho que a cura é quase impossível, mas sei lá, quem sabe ainda tenho alguma chance de um dia poder viver bem e com qualidade, se alguém tiver dicas eu aceito e agradeço, o email é vanderva11@hotmail.com

  3. Ótimo. Contudo parece que a linguagem de meu médico diverge das consultas que fiz. Meu diagnóstico foi PANGASTRITE COM EROSÕES PLANAS INTERNAS, porém os sintomas apresentados neste texto comungam em parte com o que sinto, pois, no meu caso não sinto dor.

    Resposta:
    a dor é somente um dos sintomas, porém dificilmente um paciente vai apresentar todos os sintomas… algumas podem sentir dor e outras não; alguns podem ter azia e outros não e assim por diante; há pacientes inclusive que podem ter pangastrite e não apresentar nenhum sintoma!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>