Pangastrite

O que é Pangastrite?

Gastrite é a inflamação da parede interna do estômago causado pelo excesso de acidez gástrica ou falha na proteção natural da mucosa gástrica. Quando no exame de endoscopia digestiva alta aparece o termo “Pangastrite”, seu significado pode ser compreendido dividindo a palavra:

  • Pan: todo
  • Gastrite: inflamação do estômago

Pangastrite é a inflamação de toda a parede interna do estômago. Na endoscopia normalmente aparece a palavra “pangastrite” acompanhada do termo médico “enantemática” ou “enantematosa” que se refere ao aspecto visual da gastrite na endoscopia – enantema é o mesmo que o exantema da pele, porém o enantema são as lesões nas mucosas, estas lesões tem coloração geralmente avermelhada, com presença de leve edema ou inchaço e erosões ou pequenas “feridas”.

Outro termo comum é “pangastrite endoscópica” que tem o mesmo significado já explicado anteriormente, somente significa que o diagnóstico da pangastrite ocorreu por meu do referido exame. A Pangastrite pode ser graduada conforme seu grau de gravidade das lesões em: leve, moderada e intensa.

Leia também:

 

Quais as causas da pangastrite?

Existem muitas causas para a pangastrite: ansiedade, estresse, a bactéria Helicobacter pylori, fumo, bebidas alcoólicas, alimentação errada, uso de medicamentos, doenças (gastrite pode ser secundária a outra doença).

Quais os sintomas da pangastrite?

  • azia
  • estufamento ou gases
  • dor no estômago
  • náuseas ou enjoo
  • vômito
  • falta de apetite
  • fraqueza
  • dor de cabeça

Qual é o tratamento para pangastrite?

O tratamento para pangastrite inclui:

  • tratamento da causa principal;
  • mudança de hábitos de vida (abandono de cigarro, bebidas alcoólicas e fatores estressantes),;
  • mudança nos hábitos alimentares;
  • uso de remédios

Os remédios usados no tratamento da pangastrite são:

  • inibidores da acidez estomacal (são os mais comumente usados: omeprazol ou ranitidina);
  • protetores da mucosa estomacal;
  • sintomáticos (os sintomáticos chamados de antiácidos além de protegerem a mucosa, também reduzem a acidez estomacal – são menos eficientes neste quesito.

O importante é que o tratamento deve ser feito pelo seu médico. Não tome remédios sem receita médica, a auto-medicação é perigosa e desnecessária.

Qual a dieta para pangastrite?

A alimentação ideal para pangastrite é uma alimentação equilibrada, rica em vegetais e pobre em gorduras e açucares. Deve-se evitar ficar muitas horas sem comer (estômago vazio aumenta a acidez e a lesão na mucosa).

O que devo evitar quando tenho pangastrite?

A principal orientação para uma pessoa que tem pangastrite é: evite tudo aquilo que sabidamente lhe faz mal (nem todas as situações, alimentos e bebidas tem o mesmo efeito em pessoas diferentes, o que faz mal para uma determinada pessoa, pode não fazer mal algum para a outra, além disso abaixo há uma lista de coisas importantes que devem ser evitadas.

  • evitar todo tipo de frituras e alimentos gordurosos;
  • evitar todos os alimentos doces e ricos em açúcar simples (doces e refrigerantes em geral);
  • evitar café, chimarrão, chá preto, energéticos e todas as bebidas estimulantes;
  • evitar bebidas alcoólicas;
  • evitar o cigarro;
  • rever os medicamentos em uso.

Leia também:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *