Quando tomar a Pílula do Dia Seguinte?

Essa talvez seja uma das dúvidas mais frequentes relacionadas ao uso da pílula do dia seguinte: tomar ou não tomar? Quando devo tomar? Em que casos usar a pílula do dia seguinte é realmente certo?

As perguntas e dúvidas anteriores são importantes e abaixo você encontrará a maioria das respostas de quando tomar e quando não tomar. Porém uma coisa é muito importante: pilula do dia seguinte ou pílula pós-coito somente deve ser usada em casos eventuais que fogem ao controle da mulher, ou seja, se está tendo que usar a pílula do dia seguinte todos os meses, ou pior, se está usando até mesmo mais do que uma vez por mês, você está usando o método anticoncepcional errado para o seu caso, corre o risco de engravidar e ainda fazer muito mal para sua saúde.

Importante: as informações aqui contidas tem o caráter meramente informativo e de orientação geral, pílula do dia seguinte é um medicamento e como tal não deve ser tomado sem indicação médica e prescrição médica.

A pílula de uso diário, a camisinha, a injeção anticoncepcional e o adesivo anticoncepcional são métodos seguros e eficazes com proteção que beira quase 100% e a pílula do dia seguinte tem uma eficácia máxima que não ultrapassa os 80% (é um método menos seguro que os outros).

Para poder compreender as explicações posteriores é importante saber sobre o ciclo menstrual e dentro do ciclo saber quais são seus dias férteis (chance de engravidar) e quais são os seus dias não férteis (chance de engravidar muito pequena).

Ciclo menstrual:

Este ciclo é o ciclo menstrual normal e somente é válido para mulheres que não usam anticoncepcional. Não existe período fértil ou dia fértil nas mulheres que tomam anticoncepcional.

  • dia 1 = dia não fértil, dia que a menstruação desce
  • dia 2 = dia não fértil, menstruação
  • dia 3 = dia não fértil, menstruação
  • dia 4 = dia não fértil, algumas mulheres a menstruação já parou
  • dia 5 = dia não fértil, a partir desse dia a maioria das mulheres já pararam de menstruar
  • dia 6 = dia não fértil, poucas mulheres ainda tem menstruação
  • dia 7 = dia não fértil
  • dia 8 = dia não fértil, dia que algumas mulheres podem iniciar o período fértil
  • dia 9 = dia fértil, dia que a boa parte das mulheres já estão no período fértil
  • dia 10 = dia fértil
  • dia 11 = dia fértil
  • dia 12 = dia fértil, fertilidade alta
  • dia 13 = dia fértil, fertilidade alta
  • dia 14 = dia fértil, fertilidade alta
  • dia 15 = dia fértil
  • dia 16 = dia fértil
  • dia 17 = dia fértil
  • dia 18 = dia fértil
  • dia 19 = dia fértil
  • dia 20 = dia fértil
  • dia 21 = dia fértil, dia em que algumas mulheres já não são mais férteis
  • dia 22 = dia não fértil
  • dia 23 = dia não fértil
  • dia 24 = dia não fértil
  • dia 25 = dia não fértil
  • dia 26 = dia não fértil
  • dia 27 = dia não fértil, pode terminar o ciclo – desce a menstruação
  • dia 28 = dia não fértil, pode terminar o ciclo – desce a menstruação
  • dia 29 = dia não fértil, pode terminar o ciclo – desce a menstruação
  • dia 30 = dia não fértil, pode terminar o ciclo – desce a menstruação

Esclarecimentos:

  • relação sem proteção é toda relação sem uso de nenhum método anticoncepcional com ejaculação dentro ou fora, ou seja coito interrompido é considerado relação sem proteção; algumas pessoas podem alegar que as chances de engravidar são menores com o coito interrompido, sim eu concordo, porém pode acontecer gravidez, então coito interrompido não é método anticoncepcional.
  • o líquido seminal que sai antes da relação pode conter espermatozoides capazes de engravidar a mulher mesmo em situações onde a penetração não é completa ou até mesmo quando a vagina (parte externa) entra em contato com o líquido, ou seja, esta situação pode ser encarada como uma relação sexual sem proteção mesmo não havendo penetração (porém é preciso salientar que nestes casos as chances de engravidar são menores).
  • é desaconselhável em uma relação com camisinha realizar o coito interrompido, a camisinha serve para guardar o sêmen, portanto quando se usa camisinha deve se ter uma relação completa com ejaculação dentro da vagina, que a mulher estará protegida.

Quando usar a pílula do dia seguinte?

Observação: em todas as situações abaixo elencadas a pílula do dia seguinte somente deve ser tomada em até 72 horas depois da relação, após 72 horas da relação a pílula do dia seguinte não faz mais nenhum efeito para evitar a gravidez.

  • após relação sem proteção, desde que relação em dia fértil;
  • depois de relação em que a camisinha estourou, desde que em dia fértil;
  • depois da relação, se for o primeiro mês do anticoncepcional;
  • após relação, se esqueceu a pílula por 2 ou mais dias;
  • após a relação, se houve algum tipo de falha no método contraceptivo que usa;

Quando usar a pílula do dia seguinte é indiferente?

  • até 72 horas após relação sem proteção, desde que relação em dia não fértil;
  • até 72 horas após relação, se esqueceu a pílula por até 1 dia;

Em algumas situações o risco da mulher engravidar é muito baixo e o uso da pílula do dia seguinte não será capaz de reduzir de forma substancial e risco que já é pequeno, um exemplo é o esquecimento de 1 comprimido da cartela, o risco de engravidar esquecendo apenas um dia é muito pequeno e a eficácia da pílula do dia seguinte não seria capaz de reduzir este risco de forma substancial, então pode não fazer nenhuma diferença em tomar ou não tomar, mas se você não tomar vai ficar “grilada” e se tomar vai ficar relativamente mais tranquila, então no final das contas a decisão é sua ou melhor da sua “ansiedade”. Neste caso e em muitos outros (uso errado e exagerado da pílula do dia seguinte tem como único objetivo reduzir a ansiedade da mulher ou do homem ou de ambos em relação a um risco de gravidez que muitas vezes nem existe, por isso o mais importante de tudo: nenhum remédio deve ser tomado sem receita médica, principalmente a pílula do dia seguinte.

Quando não usar a pílula do dia seguinte?

  • depois de 72 horas após a relação;
  • se usou camisinha, independente do dia que teve relação;
  • se toma anticoncepcional oral corretamente, independente do dia que teve relação;
  • se esqueceu a pílula por menos de 12 horas;
  • se toma injeção anticoncepcional corretamente, independente do dia que teve relação;
  • se usa adesivo anticoncepcional corretamente, independente do dia que teve relação;
  • se usa DIU, independente do dia que teve relação;

Leia também:

 

3 thoughts on “Quando tomar a Pílula do Dia Seguinte?

  1. raissa sandra

    Tive relações com meu namorado com camisinha e não estourou ou se rompeu, mesmo assim estou grilada, posso tomar a pílula do dia seguinte? Obs: eu não tomo anticoncepcional!

    Resposta:
    A camisinha é segura!

    Reply
  2. Yuri

    Tive relações sexuais com minha namorada, tinha acabado de terminar a menstruação dela. Fizemos sem camisinha, no dia seguinte mas ou menos 24h depois ela tomou a pílula do dia seguinte. Tudo ficou normal, mas depois de 2 a 3 dias depois de tomar, ela menstruou de novo e ficou doente. Cólica, dor de cabeça, dor na garganta e febre. Enfim eu fiquei bem preocupado, já se passou uma semana ela continua menstruando uma vez ou outra. Mas ainda eu sinto que ela não esta bem. Isso é Normal? Ela sentir dor, ficar doente após tomar a pílula?

    Resposta:
    Os sintomas dela (com exceção das cólicas, do sangramento e da dor de cabeça) não tem relação com a pílula do dia seguinte!

    Reply
  3. helena

    “após relação, se esqueceu a pílula por 2 ou mais dias”, no entanto posso continuar a tomar a pílula correto?

    Resposta:
    Tome as pílulas esquecidas assim que lembrar e continue a cartela normalmente!

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *