Quem tem mioma pode engravidar?

Fiz uma transvaginal com o seguinte resultado: útero em antero-verso-flexão, com contorno lobulado, volume aumentado e ecotextura miometrial heterogênea, apresentando nódulo miomatoso heterogêneo, subseroso, medindo 3,32 x 3,22 x 2,67 cm, localizado na parede antero-lateral esquerda. Colo do útero com cisto de retenção. Ausência de líquido livre ou coleção em fundo de saco posterior. Endométrio: Centrado e homogêneo, medindo 0,66 cm de espessura. Ovário direito: Tópico, ecotextura e dimensões normais. Ovário esquerdo: Para-uterino, ecotextura e dimensões normais. Será que conseguirei ter filhos com esses miomas no meu útero?

Miomas são tumores benignos do tecido muscular do útero – que se chama miométrio, por isso o nome: MIOMA; em torno de ¼ das mulheres tem 1 ou mais miomas e a grande maioria apenas descobre quando vai ao médico e faz o exame ginecológico e o médico ginecologista solicita um exame de ultrassom e no resultado aparecem os miomas.

Quando a mulher recebe esse diagnóstico costuma associar primeiramente com a possibilidade do mioma significa câncer, porém os miomas são benignos e assim permanecem sempre benignos. Os principais sintomas dos miomas são dor no útero (baixo ventre) e sangramentos e até mesmo hemorragias. O tratamento para mioma deve ser baseado no tamanho, quantidade, sintomas e repercussões na vida da paciente.

Quem tem miomas no útero pode engravidar?

A presença de miomas no útero é uma condição muito comum e em boa parte das vezes é assintomática (a mulher tem e nem sabe que tem e não apresenta nenhum sintoma). Miomas uterinos como regra geral não causam infertilidade ou dificuldade de engravidar.

Os miomas subserosos são os que não apresentam nenhuma relação com gravidez ou dificuldade de engravidar. Os miomas intramurais (dentro da parede uterina) podem, eventualmente, estar relacionados com possíveis repercussões durante a gravidez, porém não causam infertilidade ou dificuldade da mulher engravidar. Já os miomas submucosos (intrauterinos – dentro do útero) podem estar relacionados com sangramentos e eventualmente abortos durante a gravidez, porém raramente podem causar infertilidade ou dificuldade de engravidar.

Leia também:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *