TGO e TGP pouco alto, significa doença ou é normal?

Uma dúvida frequente que surge em se tratando de resultados de exames de sangue é quando os valores dão um pouco acima do normal, são pouco alterados. O significância desses valores levemente alterados dependem de cada exame em específico e não existe uma regra geral. Vamos aqui abordar o significado para os exames de TGO ou AST e TGP ou ALT.

Exemplos reais:

Caso A: “Fiz exames de rotina (faço todos os anos) e o meu TGO deu 36 u/l e o TGP deu 61 u/l. O meu médico disse que está elevado, só que no site está dizendo que é normal até 65 do TGP e 40 do TGO, e agora, o que vale?

Caso B: “Há 5 anos fiz alguns exames de rotina e foi identificado anti-hcv positivo, fiz naquela época um pcr que deu negativo e depois de 6 meses novamente negativo.
Lembro que naquela ocasião alguns exames como o (TGP) e (TGO) apresentavam uma leve alteração nos valores encontrados.
Como o médico disse que estaria livre da doença e não cogitou a possibilidade de retorno dela eu fiquei tranquilo e tentei esquecer esse episódio.
Agora já há 5 anos depois fiz alguns exames de rotina que apresentaram uma leve alteração na (tgp) valor encontrado 1ºexame 65 u/l , segundo exame em outro laboratório apresentou (TGP) valor 84 u/l nesse laboratório também deu uma alteração no (GGP) valor referencia 94 u/l.
demais exames normais, e um terceiro exame no mesmo laboratório do primeiro que apresentou (TGP) 65 u/l e demais exames normais.
Fiz uma ecografia com aparência do fígado normal, porém foi visualizado parcialmente devido a um meteorismo.
Então fiquei preocupado com essa “leve alteração dos exames” poderia ser alteração ainda daquele primeiro contato com o vírus? ou seria a possibilidade de o vírus ter ficado ativo depois desse período inicial?
Li alguns artigos que o HCV pode não ser identificado no PCR mas que poderia voltar mais tarde.
Estranho que se fosse hepatite teria uma alteração mais consistente nos exames correto?

Ilustramos acima duas situações distintas, a primeira bem simples e a segunda mais complexa, porém as duas remetem ao mesmo problema: Exames de TGO e TGP levemente alterados.

De uma maneira geral os médicos vão considerar valores de TGP e TGO normais em torno de 40, porém com uma pequena variação para cima ou ara baixo. O valor de referência pode ser diferente de um laboratório para outro. Sempre confie no discernimento do seu médico, claro que uma segunda opinião sempre vai bem. Digo isso porque tudo depende do motivo para ter feito os exames. E o seu médico conhece esses motivos!

Num exame de rotina num paciente bem e sem queixas (sem sintomas ou sinais) em que os valores de TGO e/ou TGP estão um pouco acima do normal nem sempre esses valores podem ser considerados “anormais”. Eu por exemplo tenho como rotina repetir em 30 dias todos os exames levemente alterados e não rotular já a pessoa como “doente”, até mesmo porque na vigência de alguma doença no fígado ou em outro órgão os valores costumam ser muito mais alto que 100, por exemplo. (há algumas situações específicas doenças ou exames em que repetir não é necessário, mas a regra geral é solicitar uma confirmação, independente de já começar ou não algum tipo de tratamento). Siga as orientações do seu médico!

Porém quando se está diante de uma investigação médica específica (já existe uma suspeita diagnóstica ou já existe um diagnóstico firmado e/ou confirmado), qualquer valor, mesmo os que estão apenas um pouco acima do normal, podem ter um grande significado clínico, como por exemplo, vou citar as hepatites crônicas que cursam com resultados de TGO, TGP e Gama-GT pouco alterados e são em geral doenças de uma certa gravidade.

Cada caso deve ser analisado individualmente e é seu médico que deve lhe dar a segurança de uma resposta concreta para as alterações dos exames, no caso de exames do fígado, caso hajam muitas dúvidas o ideal é procurar um médico hepatologista. A mesma regra vale para outros exames do fígado como Gama-GT (Gama Glutamil Transpeptidase), bilirrubinas total, bilirrubina direta, bilirrubina indireta e outros.

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *